fbpx
Entenda como a catarata se forma e por que é importante identificar seus sintomas com antecedência

Catarata: tudo o que você precisa saber sobre o tratamento

A catarata é uma alteração que ocorre no cristalino – a lente dos olhos – e torna a visão menos nítida. Bastante comum em pessoas acima dos 60 anos, ela pode ser tratada e corrigida por meio de uma cirurgia bastante eficaz. É feita removendo-se a catarata e implantando-se uma lente intraocular. A reabilitação da visão é normalmente rápida.

Identificar os sintomas com antecedência ajuda a tratar o problema e evita que o quadro evolua. A catarata é uma das principais causas de perda da visão em adultos no mundo. Mas o tratamento adequado faz a diferença. Em países desenvolvidos, a proporção de pessoas cegas por catarata é de 5%, enquanto nos países mais pobres chega a 50%, por falta de acesso a condições ideais de assistência médica.

Para ajudar você a entender a catarata, quais seus sintomas e como tratá-la, reuni as principais dúvidas de meus pacientes nesse post, com suas respectivas respostas. Vamos lá?

O que é catarata

Catarata é a perda de transparência do cristalino, a lente que fica atrás da íris (a parte colorida dos olhos). Essa lente permite a passagem da luz pelos olhos e produz imagens nítidas na retina, que funciona como o filme em uma câmera fotográfica.

Uma vez opaca, a luz deixa de passar e as imagens ficam embaçadas, turva e esmaecidas. Esse é um dos principais sintomas da catarata, que veremos logo mais nesse post.

Como a catarata se forma

Com o passar do tempo, o tecido do cristalino se torna menos flexível, menos transparente e mais duro. Essa condição favorece que ocorram pequenos rompimentos dos tecidos dessa lente, ficando aglomerados em algumas áreas específicas dos olhos. É assim que começa a embaçar a visão.

Com o avanço da catarata, a opacidade se torna mais densa e ocupa uma área maior do cristalino. A catarata bloqueia a luz, o que prejudica a formação de imagens nítidas na retina. Assim, a visão fica turva. Geralmente, a catarata se desenvolve nos dois olhos, mas isso não é uma regra.

Sintomas da catarata

  • Visão embaçada, borrada ou turva
  • Dificuldade crescente para enxergar à noite
  • Sensibilidade à luz e ao reflexo
  • Necessidade de luz mais forte para ler
  • Mudanças frequentes de óculos ou lentes de contato
  • Enxergar imagens em tons amarelados ou esmaecidos
  • Visão dupla em apenas um olho

No início, a opacidade causada pela catarata pode afetar apenas uma pequena parte do cristalino, e a perda de visão não fica tão perceptível. À medida que a catarata se desenvolve, o cristalino fica mais opaco, o que distorce a passagem de luz. É quando os sintomas ficam mais evidentes.

Quando procurar o médico

Marque uma consulta quando perceber qualquer alteração na sua visão, seja uma dificuldade de enxergar por qualquer motivo, flashes de luz, vista dupla, dores súbitas nos olhos ou na cabeça, entre outros sintomas.

Catarata: por que ocorre

A catarata pode ocorrer por causas naturais ou por fatores de risco associados. Veja quais são as principais razões para seu surgimento:

  • Idade: é a mais comum, sendo responsável por 85% dos casos, segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO). Costuma afetar pessoas acima de 50 anos, mas os sintomas são mais evidentes a partir dos 60.
  • Congênita: nasce com a pessoa, que pode ter adquirido a doença por herança genética, por algum trauma ou infecção intrauterina. Outras causas estão relacionadas a ocorrência de rubéola, sífilis ou toxoplasmose durante a gestação. Geralmente, a catarata congênita pode ser removida assim que for detectada.
  • Doenças ou procedimentos médicos: diabetes, cirurgia prévia nos olhos, uso excessivo de esteróides ou corticóides, inflamações intraoculares.
  • Comportamento: consumo excessivo de álcool, uso do cigarro, batidas fortes na região dos olhos.
  • Ambiente: exposição exagerada e desprotegida à luz do sol, excesso de exposição à radiação.

 

Catarata: como tratar

Os sintomas iniciais da catarata podem ser amenizados com óculos novos, uma iluminação ambiente mais intensa, lentes antirreflexo ou de aumento. Mas se essas medidas não resolverem, a cirurgia é o tratamento mais indicado. Basicamente, o procedimento cirúrgico remove o cristalino embaçado e o substitui por uma lente intraocular.

Catarata: quando operar

A cirurgia de catarata é indicada quando a perda de visão interfere nas suas atividades rotineiras, como ler, caminhar, dirigir ou assistir à TV. Estudos indicam que a cirurgia de catarata ajuda a reduzir acidentes de trânsito, especialmente entre pessoas idosas.

Por meio de uma avaliação médica, conheça os riscos e benefícios da cirurgia para tomar uma decisão embasada. Às vezes, a catarata pode ser removida mesmo se não causar problemas de vista. Isso ocorre para prevenir ou tratar algum outro problema nos olhos, como glaucoma de ângulo fechado.

Se você tem catarata nos dois olhos e deseja fazer a cirurgia, sugere-se fazer uma de cada vez, geralmente com a diferença de pelo menos um dia uma e outra.

Catarata: como é feita a cirurgia

A técnica mais difundida no mundo é a cirurgia por ultrassom. No procedimento, é feita uma pequena incisão na córnea, a membrana externa e transparente do olho. É inserida uma ponta com vibração ultrassônica que dissolve a catarata para facilitar sua aspiração. Depois da remoção, é inserida uma lente intraocular.

O procedimento leva em torno de 10 minutos. A anestesia é local. O paciente pode voltar para casa cerca de meia hora após a cirurgia. No dia seguinte, já consegue realizar praticamente todas as atividades rotineiras.

Conclusão

Um dos principais fatores que causam a catarata é a idade, então a maioria das pessoas está sujeita a passar por essa condição. Mas não é por isso que devemos nos conformar com a visão opaca que a catarata proporciona.

A cirurgia de catarata é um procedimento rápido, porem delicado e permite a rápida recuperação do paciente. Se não for tratada de forma adequada, pode evoluir para uma perda de visão. Fique atento aos sintomas da doença, consulte seu médico caso perceba qualquer alteração na sua visão e marque uma avaliação individual com um especialista.

Quer saber mais sobre a cirurgia de catarata? Entre em contato e agende um horário para tirarmos todas as suas dúvidas sobre o procedimento.

CategoryCatarata
Write a comment:

*

Your email address will not be published.