É comum muitos pacientes confundirem o terçol -que é uma inflamação, portanto raramente é contagioso- com a conjuntivite, que em 90% dos casos é adquirida por contágio, e que também causa inchaço na pálpebra. Nesta publicação, vamos ver o que diferencia uma afecção ocular da outra, além de conhecermos algumas outras doenças comuns que alteram a estrutura da pálpebra, podendo até mesmo danificá-la e alcançar o nervo óptico.

O inchaço nas pálpebras pode ser em função de uma infecção, ou uma alergia, um trauma ou uma lesão nos olhos. Por isso, muitas são as razões para o surgimento de um edema ou inchaço na região das pálpebras.

A conjuntivite é uma inflamação da membrana que cobre a parte branca dos olhos e a parte interna das pálpebras, a conjuntiva. O terçol é uma inflamação das glândulas da pálpebra e fica mais aparente nas bordas dos cílios. É de origem bacteriana. Como vimos em publicações recentes, a higiene ocular apropriada, além de acelerar o tratamento desses transtornos oculares, também serve como um método preventivo eficaz.

Outra afecção ocular é o calázio. A diferença é que, embora seja um entupimento do orifício da glândula como no caso do terçol, ele se dá na pálpebra superior. O terçol é uma inflamação de maior volume que costuma desaparecer espontaneamente. O calázio, mesmo depois que não há mais inflamação, pode deixar uma estrutura chamada granuloma que bloqueia o orifício de entrada da glândula. O seu quadro, diferente do terçol, pode levar meses para a cura, pois ele volta a inflamar.

Pessoas com muita oleosidade na pele são mais propensas a produzir o calázio. O tratamento do calázio e do terçol é feito com compressas quentes, colírios ou pomadas no local.

Além da conjuntivite, do terçol e do calázio, existe a blefarite, que também ocasiona uma inflamação das pálpebras, podendo apresentar caspa, perda dos cílios e até mudanças na pele. Mas a blefarite não é grave como a celulite orbitária, uma infecção de causa bacteriana como o terçol, mas muito mais rara e que pode afetar a sobrancelha e a bochecha, causar olhos saltados, perda de visão e dor ao mover os olhos, além de provocar febre. Como a celulite pode comprometer o nervo óptico ela é considerada uma emergência médica.

Como é possível observar, cada tipo de inflamação que acomete a estrutura da pálpebra e adjacências pode ter origem diferente e repercutir de forma mais branda ou grave na sua saúde ocular. Evite usar colírios ou pomadas com a esperança de que isso vai resolver, sem a consulta com um médico oftalmologista. É sabido que muitos colírios comuns podem afetar gravemente as conjuntivites mais simples.

Recomenda-se cautela sempre que o assunto é o cuidado com a saúde.

Nas próximas publicações desta semana vamos sugerir duas matérias que deverão aprofundar mais esse tópico tão importante para a saúde ocular.

Dúvidas e sugestões, entre em contato conosco no telefone (47)3481-5333 WhatsApp (47) 9154-0555 para conhecer os tratamentos que já estão disponíveis em nossa clínica, ou por e-mail: sadalla@sadalla.com.br

Write a comment:

*

Your email address will not be published.